22 de março de 2017

O sofrimento psíquico e as soluções imediatas por Raquel de Queiroz


Hello, pessoal!!
O texto de hoje vai falar um pouco sobre o sofrimento psíquico e as suas soluções imediatas, pela visão de um profissional. Espero que gostem!!

por Raquel de Queiroz:
Vivemos hoje sob o imperativo das exigências da saúde, felicidade e do consumo a qualquer custo – e isto tem repercutido nos tratamentos relativos aos diferentes sofrimentos psíquicos.
A quantidade de meios disponíveis no mercado retrata a demanda da sociedade atual, que busca soluções imediatas e a qualquer custo para o seu sofrimento. Nesse sentido, em muitos contextos, observa-se um uso abusivo de psicofármacos, que vai na contramão daquilo que o sujeito demanda para a sua qualidade de vida.
Debates contemporâneos têm evidenciado que mudanças sociais trazem no seu bojo consequências psíquicas, e elas têm sido confundidas com adoecimentos. Dentre essas mudanças, observa-se também o crescimento do uso e da prescrição de medicamentos.
A partir de 1952, os psicotrópicos deixam de ser visto como um meio para o alívio do sofrimento e passam a ser utilizados como uma forma de eliminar rapidamente os sintomas. Contudo, além de não curar o sujeito, o uso indiscriminado produz um ser desprovido de desejo, apático, tratando as fobias, neuroses, psicoses e depressões como simples estados ansiosos devido a um ambiente difícil (Roudinesco, 2000).
A respeito dessa disseminação, Pierre Fédida nos alerta para os perigos desse discurso na sociedade, em que se cria e deposita as expectativas de uma solução para os sofrimentos psíquicos nos psicofármacos (Pereira, 2005). Roudinesco (2000) também critica essa transformação: “Não surpreende, portanto, que a infelicidade que fingimos exorcizar retorne de maneira fulminante no campo das relações sociais e afetivas” (p. 17).
Atualmente, esse uso visa ocultar a dor própria da condição do sujeito. O medicamento passa a ser inserido como um modulador de características físicas e psíquicas, denominando como patologia cada característica singular da personalidade. E para cada nova patologia, surge um psicofármaco (Kimura, 2005). Com relação a esse uso, Rodrigues (2003 citado por Kimura, 2005) acrescenta que o “medicamento vem sendo utilizado como um instrumento, no sistema capitalista, de modelização e normatização para constituir um sujeito sem conflitos, que dá conta de todos os paradoxos da existência humana” (p.11).


Referências

Kimura, A. M. (2005). Psicofármacos e Psicoterapia: a visão de psicólogos sobre medicação no tratamento. Trabalho de Conclusão de Curso (Formação em Psicologia). Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade São Judas Tadeu, São Paulo. Recuperado em 11 de setembro de 2013, de http://newpsi.bvs-psi.org.br/tcc/220.pdf

Pereira, M. E. C. (2005).  Psicanálise e psicofarmacologia: novas questões de um debate atual. C. da APPOA, Porto Alegre, n. 137, jul. 2005.  Recuperado em 09 de novembro de 2013, de http://www.appoa.com.br/correio_appoa/psicanalise_e_farmacologia/486#.Un9tBvk_upc.

Roudinesco, E. (2000). Por que psicanálise? (V. Ribeiro, trad.). Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.


Raquel de Queiroz é psicóloga e mestre em Psicopatologia Fundamental e Psicanálise pela Universidade Católica de Pernambuco. Atende em Boa Viagem. Fone: (081) 9.9699-2188


16 de março de 2017

Bichectomia, mitos e verdades com o Dr. Sérgio Charifker



Hello, pessoal!! <3

Hoje venho conversar com vocês sobre a Bichectomia, procedimento atual e bastante comentado, já bem estabelecido nos Estados Unidos desde a década de 80, e a alguns anos ganhando força no Brasil, foi descrita inicialmente como um procedimento estético funcional, mas ganhou força na harmonização facial devido a repercussão estética pós-operatória. Inicialmente aplicado para resolver o problema das mordidinhas nas bochechas e depois adaptado para fins estéticos. 


Como vocês bem sabem, eliminei muitos quilos, porém meu rosto continua gordinho. Por mais exercícios e reeducação alimentar que eu faça, as mudanças são poucas então resolvi me render ao procedimento. Porém realizei um bate papo com o Dr. Sérgio Charifker previamente e gostaria de compartilhar com vocês pois quem sabe minha dúvida, pode ser a sua!!

Mas o que significa a bichectomia?
A bichectomia ou remoção do coxim adiposo da bochecha (podendo ser chamada também de lipectomia facial) tem esse nome devido ao cirurgião francês do século XIX, Marie François Xavier Bichat, que descreveu originalmente em 1802 a “Boule de Bichat” ou coxim adiposo da face.

De que consiste essa cirurgia? 
A cirurgia foi inicialmente descrita para tratamento da mordedura frequente da mucosa da bochecha, por excesso de gordura intra-oral, e verificou-se a repercussão estética que ocorria, com maior delineamento do rosto e diminuição do aspecto arredondado do mesmo. A cirurgia é realizada no consultório e pode ser feita sob anestesia local. A incisão é realizada por dentro da boca, e não deixa cicatrizes aparentes. O tempo total de procedimento demora cerca de 40 minutos.

Qualquer pessoa pode ser submetida ao procedimento?
As contras-indicações do procedimento são as mesmas que qualquer procedimento cirúrgico ambulatorial. Após uma avaliação inicial criteriosa, identifica-se a real necessidade de cada paciente e suas condições clínicas. Homens e mulheres podem ser submetidos ao procedimento e se beneficiar dos resultados.

Qual a resposta esperada do procedimento? 
A remoção do corpo adiposo da bochecha acentua o contorno do osso zigomático, promove um aspecto de shadow effect na bochecha e diminui o arrendondado do rosto.

Em todos os pacientes os resultados serão evidentes?
Não. Todos os paciente podem ser beneficiados, mas existe uma variação no tamanho e quantidade de gordura encontrada no coxim gorduroso, e desta forma, sua remoção apresenta variações na repercussão estética. Em relação a idade, o resultado também será mais evidente em pacientes mais jovens, pois conforme o avançar da idade, já prevemos uma diminuição da gordura corporal total. A indicação, de uma forma mais simples de explicar, seria o paciente que mesmo após emagrecer, ainda apresenta um rosto mais arredondado.

A remoção desta gordura não fará falta?
A bola de Bichat é descrita na literatura como um componente importante na sucção na 1ª infância, apresentando grande volume nessa fase da vida (bebês e crianças). Conforme o corpo se desenvolve, as outras estruturas do rosto atingem uma dimensão proporcional, conforme o coxim adiposo reabsorve. Em alguns casos, o coxim adiposo permanece abundante e se torna um fator primário para perfil arredondado do rosto.

Meu rosto ficará envelhecido por conta do procedimento?
Não, o envelhecimento facial não se dá pela remoção da bolha de Bichat. O envelhecimento é causado pela diminuição de densidade óssea e gordura corporal total, além de diminuição do tônus muscular. A cirurgia não acelera o envelhecimento e nem remove a sustentação da musculatura da face, assim não como não altera características faciais – as covinhas, que são causadas pela inserção muscular.

Alguns cases de sucesso que circulam na internet:




Depois de uma consulta e análise prévia do meu rosto e bochecha, foi constatado a necessidade do procedimento e por isso marquei para o dia 27/03/17 as 10h no consultório do Dr. Sérgio, com duração de cerca de 40 minutos de procedimento, onde tentarei fazer uma cobertura ao vivo através de live pelo instagram, para que vocês possam tirar susa dúvidas e farei fotos para post mais completo e comparativo do mesmo, combinado?

Sergio Charifker - CRO 7074
Instagram: @sergiocharifker
Endereço: Rua Ernesto de Paula Santos, 187 - sl 702
Fone: 81. 3465-6794

15 de março de 2017

Encontro/Bate Papo Saudável na ADL Design e Ambiente




Hello, povo!!



Hoje venho contar a vocês sobre um lugar massa que conheci e super aconchegante, a ADL Design e Ambiente, loja de decoração, cortina, papel de parede e bistrô aqui em Recife. O ambiente reúne um bom bistrô, com cardápio assinado pelo chefe Felipe Barreto cheio de delícias fit e fat. 
Reuní alguns formadores de opinião para um bate papo sobre Saúde e Nutrologia com o Nutrólogo Dr. Jêmede Duarte da Clínica Vitalle Medicina, que cuida da minha saúde e longevidade há algum tempo e conhecermos um pouco mais das delícias do local. Vou contar a vocês um pouco do que rolou e mostrar todos os detalhes e mimos que bolei previamente, todos amaram!!


 O Nútrologo Dr. Jêmede Duarte falando um pouco sobre saúde e nutrologia


 Momento de dúvidas com Cuca Amorim, também paciente do com consultório. 

 Gio Zirpoli tirando suas dúvidas

Apresentação do espaço pela Lizandra

 
 Hora de degustar a salada de entrada


 
 Risoto de carne de panela com queijo do reino, prato principal

 A sobremesa ficou por conta do tostex de bolo de rolo com queio do reino, acompanhado de calda de goiaba e sorvete de creme, uma especialidade no local.

 Enquanto desgustavámos as delícias, na sala ao lado, encontramos os catálogos de cortinas, papel de paredes e persianas.

 Almofadas sob encomenda e diversas estampas, também são um detalhe charmoso do local



As peças personalizadas são um plus da ADL e todos os convidados receberam de mimo sua própria taça para o almoço e levara para casa, não foi o máximo?!

Para falar de saúde e garantir uma semana bem saudável, o pessoal da Vitafor preparou um kit super recheado com um pouco de todos os seus produtos para que todos os convidados possam ter um pouco mais de acesso e tirar suas dúvidas sobre suplementos

A Natiflora presenteou todos os convidados com uma muda de pimenta, para tirar o mal olhado, uma fofura!!!


Estiveram presentes no encontro:

Bruno Lima - Arquiteto e Digital Influêncer @brunolima1111

Cuca Amorim - Digital Influêncer @cucaamorim

Laurinha Marinho - Digital Inluêncer e Design @laurinhamarinho

Theo Alves - Digital Influêncer @centraldanoiva

Mariana Lira - Digital Influêncer e Professora @turmadatiamaria

Lucas Lima - Digital Influêncer @gastronomizei

Giovana Zírpoli - Digital Influêncer @giozirpoli


Lizandra e Danielle proprietárias da ADL e o Dr. Jêmede Duarte

Os Queridos Lucas e Camila do @gastronomizei, sortudos, que foram premiados no sorteio com peças de decor da ADL

Equipe Vitalle Medicina

Aquele look que você respeita! rsrs

Thanks, pessoal!! <3


Desde já, foi um prazer poder reunir tanta gente do bem e querida para esse almoço delícia e com profissionais que caminho junto comigo no blog. O meu muito obrigada a todos!!

Até a próxima meninas!! <3

A ADL Design e Ambiente funciona com venda de peças de decoração super bem selecionadas pelo mundo, papeis de parede sob medida, cortinas e algumas peças de decor de faça você mesmo de pronta entrega, vale a pena demais conhecer o local. Segue no instagram e vê um pouco mais do charme @adldesigneambiente!! Beijos


Fotos: Rodrigo Cavalcanti - REjunta Comunicação
@rodrigocavalcantifotografia - @rejuntacomunicacao






6 de março de 2017

Com que roupa eu vou? Vestidos de festa!



Hello, girls! <3

Ano novo, vida nova, o Carnaval passou e agora o ano começou na vera! A temporada de festas vem chegando, as amigas todas casando, se formando... Alguém me responde como lidar para não repetir look? 

Aberta a temporada casamentos, festas e afins, fiquei super aperreada sem saber o que usar sem aquela coisa de estar repetindo looks, afinal comprar um vestido por festa sai caro, néam? Sempre curti peças diferentes e sem aquela cara de vestido "bolo de noiva" das lojas de aluguel. Lembro que na época da minha formatura, rodei Recife inteira e não gostava de nada, nem para comprar e nem aluguel, até que mandei um estilista botar o meu sonho no papel e pronto, me realizei! Mas isso há 7 anos atrás, ne? Recentemente encontrei a DFDresses, uma loja virtual de aluguel de vestidos, cheia de charme e bom gosto. Fiquei encantada e separei alguns modelos para mostrar a vocês, como aquela dica infalível de vestidos longos que a gente usa sem erro!!

Vou mostrar um pouco dos meus modelitos preferidos 



 Vestido longo nude com detalhes em renda azul



Vestido floral com detalhe nas costas que fica super legal para festas de dia

Modelo lilá tipo sereia, modela e estrutura todo o corpo. Fica lindo para formandas, madrinhas. Apesar de nenhum bordado, veste incrivelmente bem.


Aquele vestido amarelo que você não dá nada por ele? Modela o corpo e deixa aquele ar de mulherão, me achei real. Usei como convidada em um casamento e super ornou.


Um pretinho nada básico com detalhe em renda amarelo, costas nua.

Modelo exclusivo da loja, desenhado a dedo com estampa linda. Usei em casamento de dia, mas fica super bacana para madrinha e formanda também.


Aquele branquinho para abalar? É esse vestido! Modela super o corpo, tecido todo recortado e uma super fenda que valoriza bem as pernocas.

Floral midi azul, lindo de viver!


Conjunto saia longe e croped, fica super bacana para usar como convidada.


Vermelho é sempre vermelho né? Esse tem a parte superior toda em renda e riquíssimo em detalhes!


Essas são algumas das minhas escolhas, mas na loja tem outros tantos modelos que fico louca! Recomendo demais o trabalho da Dfdresses, pois são vestidos de extremo bom gosto, diferentes e as donas super atenciosas. Fiquei besta no meu primeiro aluguel vir uma rosa e um cartãozinho, me ganhou lindamente!!

DF Dresses - @dfdresses
End: Rua Rodrigues Sete, 177. Villa 177 - Casa Amarela
Fone: FFone81. 993722186 {atendimento com hora marcada}

Fotos: Rodrigo Cavalcanti @rodrigocavalcantifotografia - REjunta Comunicação Estratégica @rejuntacomunicacao